Mara na Bíblia: Desvendando o Mistério por Trás Desse Nome Bíblico

Qual é o significado do nome Mara na Bíblia? Muita gente quando passa pelo livro de Êxodo se depara com esta dúvida!

As Águas de Mara apontam para um lugar muito importante na história! Eu creio que Deus não nos levaria a conhecer esse lugar se ele não tivesse um real significado para as nossas vidas.

O nome Mara é mencionado na Bíblia em Êxodo 15:23, que diz assim:

Então chegaram a Mara, mas não puderam beber das águas de lá porque eram amargas. Esta é a razão porque o lugar chama-se Mara.

Êxodo 15:23

O significado deste nome é muito importante para entendermos o contexto da história em que ele está inserido.

Neste post, vamos mergulhar mais profundamente no significado do nome Mara na Bíblia e como ele se relaciona com a nossa fé cristã.

Qual é o significado do nome Mara na Bíblia?

O significado bíblico para o nome Mara é amargo!

Geograficamente, Mara foi um dos lugares que os Israelitas passaram durante o Êxodo do Egito. A Bíblia nos conta que o povo vagou por cerca de 3 dias no deserto sem ter água potável e ao encontrarem as Águas de Mara, tiveram as surpresa de que aquelas águas eram amargas, ao ponto de não poderem se hidratar.

Eles possuíam a água, mas não podiam utilizá-la.

Conforme conta a narrativa bíblica, os Israelitas começam a murmurar. A partir disso, vamos ver algumas ênfases sobre a murmuração do homem quanto àquilo que Deus está fazendo.

Como eu disse anteriormente, eu creio que a Bíblia nos conta sobre Mara para que aprendamos algumas lições:

A importância de evitar a rebelião

A história de Mara nos lembra que, assim como os Israelitas, somos propensos a queixar e rebelar contra Deus mesmo quando Ele está nos abençoando.

Devemos lembrar de que, ao fazer isso, estamos perdendo a visão da graça e da bondade de Deus em nossas vidas.

Ao invés de murmurar, devemos confiar no plano de Deus e agradecê-lo mesmo nas situações difíceis. O Senhor é a nossa força, é a nossa fortaleza, socorro bem presente na hora da angústia.

Ele é fiel para cumprir as promessas feitas a nós, por isso, ao invés de murmurar, escolha confiar.

A importância de confiar em Deus

Confiar em Deus é uma parte fundamental da vida cristã, pois nos ajuda a enfrentar as dificuldades, a alcançar uma perspectiva mais correta, a aliviar o estresse e a crescer espiritualmente.

Confiar em Deus é essencial para o cristão porque ele é a fonte de toda verdade e sabedoria.

O nome do Senhor é uma torre forte; os justos correm para ela e estão seguros.

Provérbios 18:10

Quando confiamos em Deus, estamos depositando nossa fé em sua soberania e providência.

Isso significa que acreditamos que ele tem o controle de tudo e que ele tem um plano para nossas vidas, mesmo quando as coisas parecem estar fora de controle.

A importância de agradecer a Deus

Por fim, Mara nos ensina a importância de agradecer a Deus em todas as situações.

Em vez de queixarmo-nos, devemos ver as dificuldades como oportunidades para crescer e se aproximar mais de Deus.

Em todo o tempo o Senhor é bom! Como diz o salmista:

Dêem graças ao Senhor, porque ele é bom. O seu amor dura para sempre!

Salmos 136:1

Devemos agradecer a ele por sua graça, bondade e amor, mesmo nas situações mais difíceis das nossas vidas.

Em todo o tempo o Senhor tem lutado e guerreado por nós. Tem cuidado de nós nos mínimos detalhes. Ele é o bom pastor que nos conduz por pastor verdejantes.

Conclusão

Mara é um lugar que nos faz refletir sobre como está o nosso relacionamento com Deus.

É importante perceber que Deus sempre tem o melhor para nós. Isso fala muito a respeito do seu caráter e sobre quem Ele é!

Reflita sobre o seu relacionamento e se em algum momento você for pego neste lugar de murmuração e desconfiança de Deus, se arrependa e volte ao lugar que você jamais deveria ter saído: o lugar de descanso em Deus.

Hugo Nascimento
Sobre Hugo Nascimento

Hugo Nascimento é casado com Eliza Martins, capixaba da gema e apaixonado por Jesus. É formado pelo Seminário Teológico Carisma - Belo Horizonte / MG. Servimos ao Senhor na Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte.