Águas de Mara

As Águas de Mara mostram que as condições para permanecer no lugar de descanso e de provisão em Deus é ser constante em obedecer.

O povo de Israel estava em meio a peregrinação e ficaram por três dias sem água, eles clamaram a Moisés, pois grande era a sede do povo!

Chegando a Mara, encontraram água, porém as águas que eles haviam encontrado eram muito amargas!

Conhecendo a história, você e eu sabemos que o povo não agradeceu a Moisés e nem tampouco a Deus! Muito pelo contrário: o povo murmurou contra Moisés e consequentemente contra Deus.

Moisés então clamou a Deus, que o mandou jogar um galho na água e ela se tornou doce. Boa para se beber e saciar a sede.

Significado do nome Mara na Bíblia

As Águas de Mara é o lugar onde você se depara com a necessidade, a escassez e quando acontece a tendência do coração do homem é questionar, murmurar e em alguns casos até culpar Deus.

Aqui fica claro que Mara é o lugar onde somos provados por Deus e muitas vezes, essas provações vão fazer parte do nosso caminho, bem como as Águas de Mara fizeram parte do caminho daquele povo.

Veja o que a Bíblia Diz:

Então chegaram a Mara; mas não puderam beber das águas de Mara, porque eram amargas; por isso chamou-se o lugar Mara.
E o povo murmurou contra Moisés, dizendo: Que havemos de beber?
E ele clamou ao Senhor, e o Senhor mostrou-lhe um arbusto, que lançou nas águas, e as águas se tornaram doces. Ali lhes deu estatutos e uma ordenança, e ali os provou.
E disse: Se ouvires atento a voz do Senhor teu Deus, e fizeres o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito; porque eu sou o Senhor que te sara.
Então vieram a Elim, e havia ali doze fontes de água e setenta palmeiras; e ali se acamparam junto das águas.

Êxodo 15:23-27

Mara, é um tema para se pensar e meditar! A Bíblia não citaria algo que não fosse importante para nós.

Diante disso, sabendo que muitas vezes passaremos por águas amargas na nossa caminhada, quero observar 3 atitudes que não podem diante das águas de Mara:

Evite Murmurar

Entenda algo: o primeiro desafio após viverem o milagre do mar vermelho, é a procura por aquilo que é vital para a sobrevivência humana: água.

No entanto, na falta daquilo que é extremamente necessário, o povo tem uma atitude contrária à esperada de alguém que atravessou um mar com os pés enxutos.

E o povo murmurou contra Moisés, dizendo: Que havemos de beber?

Êxodo 15.24

Quero que você entenda algo:

Os milagres e livramentos de Deus não nos anulam de passar pelos caminhos, onde após muito caminhar encontraremos águas amargas.

É o momento onde clamaremos por aquilo que é vital para permanecermos no lugar onde Deus nos colocou.

O que é Murmurar?

Murmuração significa produzir som surdo e prolongado; falar baixinho, de forma inaudível; pronunciar em voz baixa, contar segredo, criticar, falar mal de forma baixa.

Diante das grandiosidades dos feitos de Deus na sua vida, murmuração é falar baixinho ao seu coração que o que Deus está fazendo não é bom e ou suficiente.

A murmuração não tem a ver com o que acontece do lado de fora, mas do lado de dentro! Quando você murmura, você está falando para você mesmo que o que Deus está fazendo não é bom!

Que terrível! Dizer para o Deus todo poderoso, que criou o universo e que usa a Terra como estrado de descanso para os seus pés que o que Ele está fazendo não é bom!

Saia deste lugar de murmuração. Não é porque as coisas não estão do jeito que queremos que vamos colocar à prova tudo o que Deus é e o que Ele faz!

Não murmure sobre as pessoas que Deus colocou ao seu lado

Talvez você se encontre em meio à águas amargas, e a minha pergunta para você é: Quem são as pessoas que você tem culpado por se encontrar na sua condição atual?

Talvez os seus pais? seu cônjuge? Amigos? Familiares? Líderes? Quem são os culpados por te colocarem em meio em meio as aguas amargas? Situações que te fazem clamar por aquilo que é básico?

Eu tenho essa resposta para você!!! Eu sei quem está te levando ás aguas amargas: o próprio Deus!!!

Isso mesmo, é Deus quem está te conduzindo as águas amargas. Ao longo da minha caminhada aprendi algo não tão agradável aos nossos ouvidos naturais:

Deus não tem problema em nos conduzir por caminhos onde passaremos por aguas amargas, mesmo quando estamos rumo a terra prometida, por um simples motivo:

Ás aguas amargas servem para aguçar o nosso senso de dependência de Deus.

Quando uma pessoa tem que lidar com momentos de amargura, não é Satanás te tentando, não é Deus te punindo, mas, é Deus te conduzindo ao lugar de dependência integral dEle.

Entenda uma verdade, Deus não quer apenas te dar a terra prometida, Ele quer gerar em você o senso de dependência antes de entrar na terra prometida.

Por uma razão: Para que quando você chegar lá, você não abandone o dono da terra prometida por se deslumbrar demais com a fartura.

Deus está gerando em você sensibilidade que te fará ser constantemente dependente mesmo quando estiver vivendo a promessa. E neste lugar você poderá dizer: eu reconheço que somente estou aqui porque um dia o dono da terra me forneceu aquilo que era necessário para sobreviver.

Em meio a essa circunstância o povo clamou ao homem e Moisés clamou a Deus. E assim estão muitos, clamando a homens quando deveriam se dirigir somente a Deus. Não digo que não possa comunicar sua necessidade aos seus irmãos, mas, seu primeiro escape é o Senhor.

Pois somente Deus é o detentor de poder criador/transformador para fazer mudar águas amargas em águas doces.

2. Creia no Deus do sobrenatural

Moisés clamou ao Senhor, e este lhe indicou um arbusto. Ele o lançou na água, e esta se tornou boa

Êxodo 15:25

Enquanto o povo murmurava contra a situação. Moisés, mediante as águas amargas buscou por resposta a Deus, pois sabia que Deus era capaz de intervir de forma sobrenatural naquela situação.

É você quem escolhe, murmurar diante das águas de Mara, ou clamar ao Senhor para viver milagres diante das águas amargas do caminho.

A nossa geração vive a era da informação, a nossa geração tem buscado conhecer Deus não apenas por meio dá adoração, mas também pelo conhecimento. Nosso problema é que cremos em partes. Mas, nos tornamos racionais, planejamos, calculamos, estruturamos, executamos.

Cremos no que diz respeito a salvação, mas, não cremos no sobrenatural. Porque para muitos o sobrenatural se tornou uma realidade mística e distante.

Uma pessoa que não crer que o mesmo Jesus que multiplicou pães e peixes é o Deus que opera hoje. O mesmo Deus que ressuscitou Lázaro, continua ressuscitando mortos, não
apenas espiritualmente mas também fisicamente. O Deus que cura o paralítico, cura o câncer.

Se uma pessoa não crê no Deus que faz milagres, não é o paralítico que é deficiente, mas a fé dela que está deficiente.

A nossa bíblia é marcada por manifestações sobrenaturais ao longo da história. E o mesmo Jesus que te salva é o que disse:

Estes sinais acompanharão aqueles que creem:
em meu nome, expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados.

Marcos 16:17‭-‬18

Tem águas amargas que só serão transformadas debaixo de uma ação sobrenatural de Deus.

Entro então em uma fala do Pastor Marcelo Jammal:

Deus precisa de pessoas que creiam que o sobrenatural não é místico, mas, é um anúncio do que vamos viver na eternidade.

Deus está formando nesses dias uma geração que não permite que o seu conhecimento anule o sobrenatural.

Uma geração que pode até ter recursos, como Israel tinha muito ouro, mas, que entendia que aquilo que tinham em mãos os não era suficiente para alcançar a terra prometida.

Deus está formando uma geração que é próspera em recursos, mas, que ainda clama pelo sobrenatural.

O fato de você ter recursos para algumas áreas, não anula o Deus que faz o sobrenatural em outras.

3. Encontre um lugar de dependência em Deus no seu coração

O povo de Israel, deveria obedecer os mandamentos. Preste atenção em algo: Quem obedece por obedecer, muitas das vezes se obriga a fazer algo que não quer.

No entanto, quem entende que obediência é a ferramenta pela qual Deus cuida de nós, vamos encontrar um lugar de devoção a Deus e não de obrigação a Deus.

Logo, o lugar de obediência se torna também o lugar de dependência e se esse lugar, seja bom ou ruim é o lugar que eu dependo do único que pode cuidar de mim, logo também é aqui o lugar onde as águas amargas se tornam doce.

Elim - um Lugar de Descanso

Preste atenção no que versículo bíblico diz:

Dizendo-lhes: “Se vocês derem atenção ao Senhor, ao seu Deus e fizerem o que ele aprova, se derem ouvidos aos seus mandamentos e obedecerem a todos os seus decretos, não trarei sobre vocês nenhuma das doenças que eu trouxe sobre os egípcios, pois eu sou o Senhor que os cura”.
Depois chegaram a Elim, onde havia doze fontes de água e setenta palmeiras; e acamparam junto àquelas águas.

Êxodo 15:26-27

Quando nosso coração aprende a depender, então Deus nos conduz para o Elim.

O lugar de águas doces e palmeiras, descanso! O lugar onde a sede é saciada e existe sombra para que você possa descansar.

A condição para permanecerem no lugar de descanso e provisão, é ser constante do lugar de obediência as direções de Deus.

O mesmo Deus que te conduz a Mara, lugar de ser testado, te conduz a Elim, o lugar do refrigério!!

Conclusão

Se você está em Mara, seja rápido em absorver o que Deus quer te ensinar e experimente ele te conduzindo a Elim!

Deus tem muito mais para a sua vida! Você não vai morrer em meio ao deserto. Deus é fiel para te sustentar até o final. Evite murmurações, aprenda a confiar. Ele é Deus e conhece todos os seus dias.

No amor de Cristo, Eliza Martins.

Eliza Martins
Sobre Eliza Martins

Eliza Martins é mineira de Belo Horizonte, apaixonada por Jesus e casada com Hugo Nascimento. É formada pelo Seminário Teológico Carisma Matriz - Belo Horizonte / MG. Servimos ao Senhor na Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte.