Identidade em Deus: Livres da Comparação

A sua identidade em Deus aponta para uma liberada em Cristo Jesus? Se a sua resposta foi sim, por que é que você se compara tanto?

Bom, talvez você já tenha procurado as respostas para essa pergunta e não tenha conseguido nada satisfatório! Deixa eu te fazer uma outra pergunta:

Qual é a sua identidade em Deus? Você saberia me responder?

Vou deixar duas verdades que vão embasar o nosso estudo hoje. Reflita:

Quem muito se compara, é porque pouco sabe quem ele é em Deus.

Quem tudo compara, é porque nada sabe sobre aquilo que Deus já te deu.

O que a Bíblia nos Diz a Respeito da Nossa Identidade em Deus?

A Bíblia nos conta a história de Ana: esposa de Elcana, que sonhava em ter filhos e que se sentia completamente amargurada por não poder gerá-los para o seu marido.

O relato bíblico também conta como Penina, também esposa de Eucana, a irritava e zombava dela pelo fato dela não poder gerar os filhos (1 Samuel 1:1-20)

Ana se sentia triste e por muitas vezes irritada com Penina e com toda a situação. No entanto, o problema não era Penina irritando Ana, mas Ana que se permitiu ficar em um lugar de comparação, justamente por não ter convicção quem ela era em Deus e como o Senhor a estava guiando.

Se faz necessário que você medite sobre essa verdade: Quando uma pessoa compreende a sua identidade em Deus, ela não se coloca em um lugar de comparação! Entenda:

O entendimento da nossa filiação, nos faz viver livres da comparação.

Filhos de um Pai Amoroso

Se você parar para ler toda a Bíblia, verá que ela conta diversos casos de pessoas completamente distintas que marcaram a história da humanidade! Com Ana não foi diferente: o texto diz que o Senhor deixou Ana estéril. Pense comigo: Deus poderia ter realizado o sonho dela em um piscar de olhos, certo? No entanto, o que Ele queria mesmo era fazer da história de Ana um verdadeiro milagre para ser contado entre gerações e gerações.

Ana recebia do seu esposo Eucana porção dobrada dos sacrifícios, pois era muito mais amada por ele. No entanto, a amargura gerada pela falta de filhos não a deixava perceber e nem tampouco celebrar aquilo que ela estava recebendo, a ponto de ficar sem comer por conta de sua tristeza.

Acredite! Muitos estão como Ana: amargurados, tristes e totalmente chorosos por faltas que são legitimas na sua história. Porém, preferem focar na situação e acabam não percebendo aquilo que Deus já tem dado, aquilo que Deus já tem feito e aquilo que Deus já tem abençoado!

O Lugar da Comparação

Não ter consciência da vontade de Deus sobre a sua história, fez com que Ana se desesperasse. Diante de todo o relato bíblico e de tudo o que extraímos até aqui, podemos facilmente entender que Ana acabou entrando em um lugar chamado comparação.

Preste atenção nisso: O problema não são as pessoas te compararem! Elas fazem isso a todo instante! Elas fizeram isso com Cristo, logo, o que te faz pensar que elas não farão contigo?.

O problema é você mesmo se colocar nesse lugar de comparação e se permitir viver as consequências que esse lugar produz nas nossas vidas.

Talvez você me pergunte: “Eliza, quais são estas consequências?”. A comparação proporciona três consequências na vida de quem se permite viver neste lugar:

1. A Comparação Te Desconfigura do Propósito Original de Deus

Todas ás vezes que uma pessoa se compara, na verdade ela está tentando se encaixar na história do outro e deixando de ser aquilo que Deus sonhou de forma pessoal e personalizada para ela.

2. A Comparação Paralisa o Seu Chamado

A comparação não apenas paralisa quem você é, mas também o que você faz! Por exemplo: muitos estão paralisados porque olham para o outro e vêem qualidades e características superiores e por fim, acabam se sentindo inferiores e incapazes de viver os sonhos de Deus.

Entenda, você foi feito de propósito e para um propósito!

3. A Comparação Te Faz Coadjuvante da Sua Própria História

Existem ainda aqueles, que deixam que outros comandem a sua vida e deixam de ser protagonistas dentro da própria história.

A convicção da sua identidade e da vontade de Deus para você, te fará ser protagonista da história que o próprio Deus escreveu para você.

Sempre que uma pessoa caminhar sem a convicção da vontade e do tempo de Deus para sua vida, haverá uma Penina para provocá-la excessivamente. Vale observar que até mesmo as Peninas que passam nas nossas histórias, nos despertam a clamar pela intervenção de Deus.

Talvez você, querido leitor, tenha faltas legitimas na sua história, e por muito tempo tem se colocado no lugar da comparação.

Pessoas como Penina, passaram na sua história, tocaram na sua ferida, zombaram de você apontando o dedo para as suas faltas e você se tornou amargurado, triste e abatido.

Compreendendo a vontade de Deus:

Hoje quero te instigar a mudar a sua perspectiva sobre as Peninas da sua história. Quero que você veja Penina não como alguém que te irrite e diga para você que você não é nada! Quero que você veja Penina como alguém que te impulsione a clamar pela ação sobrenatural de Deus, exatamente como Ana fez!

Deus é o dono da sua história! É dEle o controle da sua vida! Não permita fazer morada no lugar da comparação!

“Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia.” – Salmos 139:16

Quero te dizer que faz-se necessário conhecermos cada vez mais o nosso Deus e para aqueles que desejam descobrir mais de si mesmos, é imprescindível entender o que o próprio Deus escreveu na nossa história e mais do que apenas saber o que Ele escreveu, devemos aprender a confiar que Ele nos guia independente das circunstâncias, entendendo que não são os dias bons ou ruins que definem o nível da minha fé, mas é a minha fé que define os dias da minha vida.

Tá! E Agora? O que eu faço?

Você possui duas opções: ou você sai deste post e mantém a sua vida a mesma coisa ou, você pode começar a permitir que as verdades eternas de Deus entrem em seu coração.

O nosso Deus é soberano não apenas nas circunstâncias favoráveis, mas também quando Ele nos diz não. Os nãos de Deus não anulam a sua bondade e o seu cuidado sobre as nossas vidas!

Não deixe a comparação te desconfigurar do propósito original de Deus! Para Ana, Ele havia preparado um filho que seria profeta e marcaria a história de uma nação.

É tempo de você descobrir a sua real identidade e consequentemente a vontade de Deus para sua vida! A história que Deus tem para você é pessoal e completamente personalizada!

Deus te abençoe!

Eliza Martins
Sobre Eliza Martins

Eliza Martins é mineira de Belo Horizonte, apaixonada por Jesus e casada com Hugo Nascimento. É formada pelo Seminário Teológico Carisma Matriz - Belo Horizonte / MG. Servimos ao Senhor na Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte.